Adeus, Celso Roth

Para nossa alegria, Celso Roth, aquele do Mazembaço eterno, anunciou esta semana que não fica no Grêmio em 2012. O mais novo blogueiro e pretendente a jornalista do Grupo RBS disse que a (acertada) decisão foi tomada em conjunto com a diretoria do Grêmio.

A notícia renova nossas esperanças para 2012. Roth demonstrou estar em decadência numa carreira que foi marcada mais por fiascos do que por conquistas. Seu aproveitamento no Brasileirão não chegará a 50%, indigno das pretensões históricas do Grêmio. Com Kleber, o gladiador, e outros reforços que o clube deverá trazer, é imperiosa a contratação de um treinador experiente e ambicioso para que o Grêmio entre no próximo ano com reais possibilidades de voltar a conquistar títulos.

As especulações de momento da mídia dão conta que Caio Jr. será o treinador do Grêmio para 2012. É um nome que me agrada bastante. Trata-se de um treinador jovem (46 anos), mas que já possui experiência de 10 anos na posição, tendo treinado inclusive clubes de fora do país. Além disso, tem uma grande identificação com o Tricolor Gaúcho, onde jogou por 3 anos, de 1985 a 1987.

É um treinador de conceitos modernos e um estudioso do futebol, que costuma trabalhar muito bem taticamente as equipes que comanda. Apenas para citar como exemplo, neste momento ele está fazendo um "estágio" em Barcelona, acompanhando o método de treinamento e algumas partidas do clube catalão. Certamente, terá as maiores ambições para alçar o Grêmio aos primeiros lugares das competições de 2012. Precisará, no entanto, do suporte da direção para que possa aplicar seus conceitos ao time que se anuncia caro e com alguns medalhões para 2012.