Chape, vamos conversar?

Chape, vamos conversar?

Talvez tu saibas o quanto tem sido dura a vida de todos nós, gremistas, nos últimos 15 anos. Sem nunca abandonar o nosso time, enfrentamos as mais dolorosas situações que um clube de futebol está sujeito. Muitos gremistas devem ter partido desse plano com uma vontade gigantesca de comemorar uma conquista com o seu clube do coração.

Enfim, como não há mal que dure para todo o sempre, eis que chegou o momento em que tudo conspirava para que soltássemos o nosso entalado grito de “É CAMPEÃO” e extravasássemos a alegria retida nesse longo e penoso período. Mas aí... você partiu, Chape, levando um pedaço de cada um de nós junto.

Estava aqui me perguntando: de onde vou tirar forças para comemorar algo frente a um acontecimento tão triste? Por mais que saiba que devemos tocar a vida, parece tão difícil.

Fonte da imagem: UOL

Fonte da imagem: UOL

Foi então que decidi aprender um pouco mais contigo, Chape. Todos aqueles pais, irmãos, filhos e avós que nos deixaram no trágico acidente, deram as suas vidas por uma causa que defenderam com abnegação e devoção: a felicidade dos seus seguidores. Eles podiam estar em fórum, em um hospital, em um escritório, em uma repartição pública, etc... mas não! Optaram por doarem um valioso tempo das suas vidas para lutarem pela felicidade de uma legião de fanáticos torcedores.

Sabe, Chape, eu vou dar o meu melhor para comemorar essa conquista, caso ela venha, sim. Mas não vou comemorar pelos 15 anos sem título ou pelo fato de nos tornarmos pentacampeões de um torneio nacional. Vou comemorar para honrar todo esforço que vocês sempre fizeram para, através do futebol, trazer alegria para as pessoas de um país que ainda faz seu povo sofrer muito.

Estaremos vestido de azul, preto e branco, mas com o coração também pintado de verde e branco. Você fará parte dessa conquista, Chape! Porque você tem algo que nós, gremistas, também temos: devoção à um esporte que une uma diversidade infinita de pessoas e os torna irmãos.

E, Chape, deixa eu te contar uma última coisa! Agora você também tem uma coisa que os gremistas sempre carregaram: a Imortalidade. Nessa semana, você se tornou IMORTAL no coração de cada apaixonado por futebol nesse mundo.

Jogaremos, lutaremos e honraremos essa conquista, também em memória dos teus guerreiros!

Nosso carinho, respeito e solidariedade nessa hora à toda Nação Chapecoense.

Sávio Costa Borges
Sócio do Grêmio
Membro do movimento Sócios Livres