Conselheiro – somente o Grêmio ganha com a eleição direta

Prezado Conselheiro,

O Brasil passa por um momento singular em termos de crescimento do consumo do produto futebol. Conforme os especialistas, em poucos anos, o Campeonato Brasileiro poderá envolver valores maiores do que os seus semelhantes de Espanha, Alemanha e Itália.

Assim, o Movimento Sócios Livres acredita estarmos diante de uma janela única de oportunidades que, infelizmente, o Grêmio ainda não se encontra apto a aproveitar.

Como evidenciam os exemplos de outros países que passaram por fase semelhante à atual, notadamente Inglaterra e Espanha, os clubes que não se organizarem para aproveitar o ciclo de crescimento (que é temporário e tende à estabilização em curto espaço de tempo), fatalmente serão relegados a um segundo plano, o que, definitivamente, não é a vocação do Grêmio.

Dentro desta conjuntura e lógica, entendemos que o projeto mais completo, adequado e exeqüível para que o Grêmio enfrente e saia vitorioso deste momento é aquele capitaneado pelo Presidente Fábio Koff (veja a mensagem em www.koffpresidente.com.br), como, de público, já nos manifestamos (http://socioslivres.net/site/destaque/manifestacao-de-apoio).

Nada obstante a tudo o que se disse, justamente diante da importância ímpar do atual momento por que passa o nosso amado Grêmio e antes mesmo de manifestarmos apoio à candidatura do Presidente Fábio Koff, defendíamos que o Conselho de Administração eleito neste ano de 2012, qualquer que seja, somente conseguirá a legitimidade necessária para realizar as imperiosas reformas estatutárias e administrativas para aproveitar esse ciclo de crescimento, se obtiver a sua legitimação junto ao sócio gremista (http://socioslivres.net/site/gremio-institucional/conselho-de-administracao/manifesto-aos-conselheiros-do-gremio).

Esta é a imensa importância do que será decidido no Conselho Deliberativo em 25 de setembro de 2012. Os Senhores Conselheiros não estarão meramente votando em mais uma eleição para o Conselho de Administração, mas sim, terão em mãos a responsabilidade de deixar um legado de democratização.

O Grêmio não deve temer o seu associado. Tanto é verdade que, nos últimos anos, sempre que buscou apoio de seus associados e torcedores, o Grêmio esteve bem.

Portanto, sendo claro e evidente que existe um forte movimento para que os Sócios Tricolores sejam alijados de votar na presente eleição e ainda que seja estatuariamente permitida a eleição em primeiro turno dentro do Conselho Deliberativo, esta missiva tem a pretensão de tentar de fazê-lo refletir se não responde aos superiores interesses de nosso Tricolor a garantia de que o associado gremista tenha voz neste tão importante pleito, justamente para o efeito de o Grêmio sair fortalecido dessa empreitada.

Acreditamos que o legado do Projeto de Gestão capitaneado pelo Presidente Fábio Koff será bem ao feitio de sua vitoriosa história e rogamos à Vossa Senhoria que analise as propostas e tenha em mente que a Democracia sempre reforça as instituições, motivo pelo, sejam quais forem os candidatos, “lugar de eleição é no pátio”.

Gostaríamos, ainda, de ressaltar que temos muito orgulho de defender todas as nossas ideias no espaço público, desde quando compúnhamos a Terceira Via, e, portanto, os Sócios Livres SEMPRE firmam as suas manifestações e JAMAIS necessitam se esconder na covardia do anonimato.

Por fim, como a Democracia serve “para que todo homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado” (Albert Einstein), concitamos, finalmente, que Vossa Senhoria tenha a honorabilidade de permitir que o Sócio Gremista vote nestas importantíssimas eleições de 2012.

Somente o Grêmio ganha com a eleição direta.

--

Sócios Livres - Grêmio de Todos