Grêmio de Quem?

Meu nome é Cristiano e entrei para o movimento Sócios Livres – Grêmio de Todos trazido por um amigo pouco antes das eleições para o conselho em 2013. Não podia me candidatar, mas podia votar. Era o início na minha imersão na chamada "política do Grêmio".

Uma das bandeiras do nosso movimento, muito antes de eu entrar, é claro, sempre foi participação dos sócios. Vejam bem, o nosso nome é: Sócios Livre “traço” Grêmio de Todos. O nome remete à participação efetiva, uma participação de todos mesmo. E levamos isso muito à sério mesmo. Dentro do movimento todo mundo vota e pode ser votado. Isso, inclusive, atrasa muitas de nossas ações. Mas, quando elas são tomadas, são legítimas.

Apoiamos a participação do sócio nas eleições, tendo voz no conselho, na arquibancada e tendo participação direta na vida do clube. Buscamos um Grêmio que é ouvido pelos seus sócios das formas informais, virtuais e presenciais! Na minha opinião, até em campo muitos sócios poderiam estar hoje, dada a situação da nossa lateral-direita e da zaga.

Nestes últimos dias  duas manifestações me chamaram a atenção.

A primeira delas do Movimento Grêmio Independente. Seus integrantes, os quais muitos admiro e respeito muitíssimo, compartilharam no Twitter um texto que clamava por um Grêmio por Todos. Está rolando até uma #gremioportodos e o twitter do movimento virou @gremioportodos. Se não me engano isso foi dia 20 de Agosto. Ontem, o movimento anunciou seu representante para a eleição presidencial: Homero Bellini Júnior, que já concorreu em 2012.

Ainda na semana passada, no dia 22 de Agosto, o Grêmio enviou a todos no seu cadastro um email convocando os sócios para a eleição para presidente, que será dia 18 de Outubro. A imagem continha uma urna e lia-se “Sócio, a sua participação faz o Grêmio de todos”.

Muito bem, vamos ao ponto principal desse artigo de opinião (que não necessariamente representa a posição oficial do movimento Sócios Livres): quer dizer então que o movimento de sócios que entrou no conselho com apenas 1,1% acima da cláusula de barreira, e os movimentos ligados ao Presidente Koff (que hoje estã no comando do clube) querem um Grêmio de Todos?

Pois eu me pergunto: por que muitos integrantes desses movimentos que são conselheiros do Gremio votaram contra a redução da cláusula de barreira na última Assembléia do Conselho Deliberativo? Por que a direção não chama os movimentos que ficaram de fora na eleições do CD (mas que juntos representam 41,4% dos votos) para serem ouvidos? Por que os ingressos estão com preços absurdos que afastam os sócios ouro e diamante? Por que um idoso ou um menor pagam ingresso de meia-entrada que é mais barato do que os pagos por sócios torcedores ouro e diamante em vários setores da Arena?

Eu, enquanto sócio diamante, fico me perguntando se realmente vale a pena desembolsar todo mês uma parcela da minha renda que basicamente me dá o direito a voto e um desconto no ingresso, se meu voto não valerá nada na eleição do Conselho.

Pois eu deixo aqui duas sugestões aos integrantes dos movimentos que irão disputar a eleição. Se vocês são realmente a favor de um Grêmio de Todos a ponto de usarem as mesmas palavras que estão no nome do nosso movimento (inclusive no logotipo) sugiro as seguintes ações:

1) Ouçam o que os movimentos que estão fora das duas ou três grandes forças políticas, fora do guarda-chuva dos grandes caciques, e se misturem um pouco com os índios pequenos. Ouçam. Apenas isso. Apenas procurem e consultem. Vocês vão perceber que existem muitas ideias legais e pessoas que podem ajudar.

2) Proponham aos presidente do Conselho Deliberativo uma Assembléia Extraordinária, ainda antes da eleição, sobre participação dos sócios e nela votem a favor da redução da cláusula de barreira para algo mais razoável, como 10% ou 5%. Ou seja, coloquem na prática esse negócio de "Grêmio por/de Todos", sem medo de perderem algumas cadeiras no CD em 2016.

3) Nessa mesma Assembléia, votem a favor da implementação do Artigo 66 do estatuto do clube, que afasta do CD integrantes faltosos. Se o conselheiro é figura ilustre, importante, que não tem como ir nas assembléias, mas é baita gremista, ele pode ajudar mesmo não sendo conselheiro como outros fazem, confere?

4) Nessa mesma Assembléia, votem a favor da alteração do ciclo eleitoral para que as eleições para conselheiro e presidente sejam concomitantes e não tenhamos 3 eleições a cada 4 anos.

Façam isso! Coloquem esse belo slogan, esse belo conceito, na prática e chamem os sócios para participar! E não me venham com desculpas para terem votado contra. Eu sei como são as coisas na política. Esqueçam elas. Finjam que não votaram contra algumas semanas atrás e aprovem essas medidas.

Eu sei que muitos devem estar se perguntando: Quem é essa cara? Quem ele pensa que é? Acha que vai nos impor alguma coisa com um texto? Acha que sabe como a política funciona? Chegou na vida política do clube ontem e quer ter voz?

Pois eu lhes respondo quem eu sou. Sou um Sócio! Vocês não querem um Grêmio de e por todos? Então ouçam os sócios! Todos eles!

Abraço forte e vamos apoiar o nosso clube por que ele tá precisando!

Cristiano M. Costa
Integrante do movimento Sócios Livres - Grêmio de Todos

PS: as opiniões aqui apresentadas são do nosso integrante e não necessariamente representam a posição oficial do movimento.